30/05/2009

Ai que preguiiiça!

Eu me lembro que antes de eu entrar no Projeto Arrastão para participar da Oficina de Jornalismo, eu dormia a tarde inteira. E sabe? Não foi uma época ruim, porém eu percebia que a vida estava passando e eu precisava fazer alguma coisa. Isso me leva a pensar em como os jovens têm gastado suas vidas hoje em dia.

Meu amigo Kenny citou como eram os jovens na época da ditadura em sua última postagem e os jovens se interessavam em lutar pelos seus direitos. Hoje em dia eu encontro jovens que reclamam por ser proibido escutar uma música no seu celular em sala de aula - já vi isso muitas vezes.

Levamos uma vida fácil se compararmos com os jovens que morreram pelos direitos civis e socias nas décadas de 60, 70 e 80. E nossos avós nos chamam de preguiçosos. Eles estão certos?

Eu sei que não quero assistir TV a tarde inteira com preguiça de ir em algum fórum discutir um assunto ao meu respeito.

Por que eu não participo das decisões do mundo? Por que eu preciso participar?

Eu quero ter o direito de reclamar sem ter alguém jogando na minha cara que eu não faço nada pra mudar as coisas. E como terei esse direito? Certamente, não preciso ser uma ambientalista mestre, nem presidente do Grêmio Estudantil. Pra ter esse direito, eu preciso apenas falar e me juntar aos outros que falam. Com certeza vão nos escutar. Isso já fará grande diferença. Porque se eu ficar calada, servirá pra mim aquele ditado: "Quem cala, consente."

Então, PARA DE PREGUIÇA! Nós, jovens, temos o mundo em nossas mãos!

(Karol Coelho)

Postar um comentário