25/08/2009

A invensão do telescópio faz hoje 400 anos

Foi há 400 anos que Galileu apontou para os céus. O astrónomo italiano e professor de matemática na Universidade de Pádua iniciou uma série de observações que comprovariam a tese de que a Terra gira em torno do Sol.

No dia 25 de Agosto 1609, Galileu Galilei apresentou o telescópio, por si desenvolvido, que se revelou uma peça fundamental para os avanços na astronomia, nomeadamente, a confirmação das ideias de Copérnico sobre o sistema solar e a descoberta das quatro luas de Júpiter.
O astrónomo tornou o telescópio 32 vezes mais potente, criando assim bases científicas para a tese heliocêntrica de Copérnico. O Sol e a Lua não eram perfeitos como se pensava e a Terra não era o centro.

Galileu acabou por mudar a concepção que o Homem tinha sobre o Universo, acabando por entrar em colisão com os dogmas da Igreja Católica. O astrónomo acabaria por ser condenado pela Inquisição, acusado de heresia, por duas vezes e teve de retratar o que defendia para se conseguir salvar.

No julgamento público, em 1633, Galileu, apesar de obrigado a negar as convicções, terá dito «e no entanto ela move-se...», referindo-se à Terra.

Galileu é considerado como o grande elo do passado com a ciência moderna, pois provou que raciocinar não era suficiente. Para o astrónomo, as bases do método científico são observar, raciocinar, concluir e comprovar.

Este ano assinala-se o Ano Internacional da Astronomia em sua homenagem.

Fonte: Diário iol

Meus conhecimentos sobre o assunto?

Bem... Galileu Galilei, com sua luneta capaz de ampliar até 30 vezes a imagem, provou por A + B que a Terra, a Lua e outros astros giram em torno do Sol por influência de uma poderosa cadeia magnética e que além da Terra existiam infinidades de outros planetas e esses planetas também possuiam um ou mais satélites naturais como a Lua.

Segunto o dogma da Igreja Católica, a Terra era o centro do Universo. O Sol e a Lua eram perfeitos e giravam em torno da Terra.

As ideias de Galileu contradiziam os dogmas da Igreja Católica, que era a autoridade política da época e usava Deus como direito de poder.

Por isso, foi condenado á morte 2 vezes pela Igreja Católica, sendo obrigado a desmentir sua teoria para salvar sua vida.

"A informação é a pior inimiga da ignorância"
By Kelvin Marques
Postar um comentário