27/06/2009

Arte Ambiental

Olá galera!
Hoje eu vou falar um pouco sobre o projeto Arte Ambiental da nossa amiga do Maré, Karol Coelho.
Quando ela criou esse projeto no ano passado, havia outras garotas, mas com o tempo essas meninas tomaram outro rumo e foram deixando o projeto de lado.
A Karol continuou firme nessa ideia e reescreveu esse projeto e com algumas ajudinhas pôs em pratica nessa semana o Arte Ambiental.
Como vocês devem ter acompanhado no blog, essa ideia está envolvida com a consciência da preservação do meio ambiente(nesse caso a escola) por parte dos jovens estudantes e na transformação desse, com uso essencial da arte.
Claro, não sou do projeto, por isso peço lincença a Karol para falar um pouco a respeito.
Hoje foi o ultímo dia e rolou várias coisas interessantes. Os jovens recolheram lixo, participaram de dinâmicas no pátio da escola, fizeram um lanche ao som de algumas músicas, e deram até entrevistas para nós do maré.
Após isso, eles se dividiram em três oficinas: Jardim, trabalho manual e graffiti.
Esse foi um resuminho do que aconteceu hoje.
Mas o que quero afinal dizer com isso?
Dizer que não é fácil criar, persistir e principalmente implementar um projeto. A Karol, assim como muitas outras pessoas envolvidas nesse mundo, tiveram que enfrentar muitos desafios para conseguir passar essa ideia, que pode parecer simples, do papel para a realidade.
Hoje, quando vi essa ideia acontecendo fiquei muito feliz, afinal isso é prova de que todos nós podemos mudar a realidade.
Se a Karol, sozinha* conseguiu provar isso, não cabe mais a nós duvidarmos. Para mim e para todos que estão envolvidos com projetos sociais, ou de vida mesmo, não podemos desistir no primeiro obstáculo, pois quando a gente persisti, as coisas acontecem.
Parabéns à Karol e a todos àqueles que estiveram envolvidos nesse projeto, que esses estudantes possam passar tudo o que eles aprenderam essa semana adiante, e que nós tomemos isso como lição.

por : Patrícia Freire


*Sozinha: por ser a criadora do projeto, mas ela teve ajuda de muitas pessoas.
Postar um comentário